Lembranças do GEJA pelo chefe Henrique do 5º DF
Compartilhe:
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
As comemorações dos 45 anos do GEJA em 2022 agitaram o começo do ano com um concurso para a seleção do lenço comemorativo. O chefe Henrique Carvalho do 5º DF gostou da ideia e conversou com o chefe Átila Pessoa sobre o modelo do regulamento para poderem fazer algo para os 50 anos do Grupo Escoteiro Roberto Simonsen, que fica no SESI de Taguatinga.

O papo escoteiro seguiu e o chefe Sandro aproveitou para lembrar a história do lenço do GEJA que está na sede do seu grupo.

“Sempre Alerta a todos!

Meu nome é Henrique Carvalho. Sou membro do Grupo Escoteiro Roberto Simonsen – 5º DF, que fica em no SESI em Taguatinga Norte.

Contarei brevemente minha história a qual tenho boas lembranças como membro juvenil e que teve a participação do GEJA.

De 1984 a 1988, fui membro juvenil do Grupo Escoteiro Roberto Simonsen, onde passei pelos ramos Lobinho e Escoteiro. Ao chegar na Tropa Escoteira, em 1986, infelizmente naquele período, o nosso Grupo estava passando por dificuldades quanto a falta de adultos voluntários como escotistas para o acompanhamento dos jovens e suas progressões. Com isso foi-se retardando as cerimônias de promessa de muitos jovens, onde eu estava entre esses. Tive a oportunidade de conhecer minha professora de educação física da minha escola, que descobri que também era Chefe Escoteira do GEJA. Assim comentei com ela a respeito de nossa dificuldade em fazer a Promessa Escoteira. Entendendo a situação que estávamos passando no 5º DF, a Chefe Sofia se colocou em nos ajudar nessa situação. Com a atitude da Chefe Sofia, em 4 de julho de 1987, eu e outros jovens do grupo, tivemos a grande oportunidade de recebermos a visita do Chefe Augusto Barcellos Willer, na época Chefe Escoteiro do GEJA, que realizou a promessa escoteira tão esperada de vários jovens do 5º DF.

Tive a grande oportunidade e emoção de poder relembrar essa história, quando em 2010, estive realizando meu Curso Básico Escotista na Região Escoteira do DF e um dos formadores era do Chefe Willer, ao qual não lembrava pelo nome mas lembrava da pessoa e do dia da minha promessa. Ao procurá-lo, relatei a história e tive a felicidade do chefe Willer lembrar do fato onde foi convidado para realizar essa cerimônia.

Infelizmente, na época não tínhamos tantos recursos como hoje, para poder mostrar alguma imagem daquele dia inesquecível que vivenciei. Mas guardo essa lembrança até hoje ao qual tive a oportunidade junto ao GEJA. Também tive a oportunidade de receber o primeiro lenço escoteiro que ganhei da Chefe Sofia. Este lenço está exposto na galeria de lenços do 5º DF, onde hoje atuo como Chefe da Tropa Escoteira.

Sempre Alerta”

Eis que o relato é parte de nossa história escoteira que segue e seguirá por décadas.

Em nosso Clube da Flor de Lis Jaire Vasconcelos, conversamos esta semana a saber que a chefe Sofia reside atualmente em Atibaia-SP.

A pedido do chefe Átila, o chefe Henrique fez a sua pose junto aos lenços escoteiros na sede do GE Roberto Simonsen, onde é possível ver o lenço presenteado pela chefe Sofia.

A participação do GEJA na promessa de escoteiros do GE Roberto Simonsen e uma lembrança de um lenço do GEJA presenteado pela professora e chefe escoteira Sofia em 1987.

Autor

  • Átila Pessoa é chefe escoteiro no Grupo Escoteiro José de Anchieta 11DF desde 2002 e atua como chefe escoteiro na Tropa Sênior Yucumã. Começou no Escotismo como lobinho no Grupo Escoteiro Universitário 31RN, onde também foi escoteiro e pioneiro. Colaborou no Projeto Escotismo nas Escolas do RN e tem contribuído para o crescimento do Movimento Escoteiro através da abertura de novas unidades e seções.

4 comentários

  1. Estou muito emocionado em publicarem esse lembrança junto ao GEJA. Como sempre estou a disposição.

    Sempre Alerta!

  2. Que relato.legal! Muito bom escutar essas histórias e o quanto o GEJA participou da vida escoteiro de outros irmãos de lenço! SAPS

  3. Que lembrança bonita e boa de se ler.
    Parabéns Ao grupo GEJA por publicar essa bela história.
    E Obrigada Chefe Henrique por compartilhar essa história com todos.
    Esse tipo de lembranças são aquelas que ficam para sempre guardadas em nossa mente e coração.
    Que possamos ter sempre histórias boas a serem contadas.

    Sempre Alerta!

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Artigos Relacionados